Post de apresentação que não apresenta.

Eu não gosto mesmo de fazer isso. Por isso não farei. Sabe aquelas dinâmicas em grupo que todo mundo precisa fazer um cartão de visita de si mesmo ao vivo e a cores no estilo “Se vira nos 30”? Pois bem, o obrigatório post de apresentação me causa a mesma sensação.
Por isso falarei do próprio blog, o meu mais novo filhote – e esse, eu juro pr’ocês, não vai morrer por abandono ou esquecimento.
Com o fim da minha vida escolar e a chegada do nosso tão conhecido tédio-das-férias, a ideia de criar mais um blog retornou. Dessa vez mais forte e, felizmente, com defensores (Roberta, Gio, Wes e Lele: meu mais sincero obrigada! Isso é para vocês também. ♥)
A ideia, meus amigos, é escrever e compartilhar. O primeiro me é muito comum, já o segundo… um desafio e tanto.  2015 me parece um bom ano para desafios e é assim que eu pretendo e estou a começá-lo: me desafiando. Primeiro, o blog. O resto  virá. 
“… barquinho na correnteza, Deus dará.”

 
Não era mesmo para fazer sentido, não se preocupem.


T. ♥

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s